Deixe de ser um consumidor, torne-se um empreendedor.

Tempo de leitura: 3 minutos

Deixe de ser um consumidor, torne-se um empreendedor.

Aprenda a ganhar dinheiro, seja um empreendedor
Você gosta de ser um consumidor? Que tal se transformar em empreendedor também? Existem várias pessoas que simplesmente consumindo produtos e serviços tiveram grandes ideias de virarem empreendedores. Suas ideias vinham de uma oportunidade de fazer o impensável, o ainda não testado.

Sabia que isso é possível e bem real? De onde é que vocês acham que vieram as ideias de food truck? E os estandes de brigadeiros gourmets? E de onde vocês acham que vieram os salões especializados para Cortes de cabelo em crianças? Torne-se um excelente empreendedor justamente por ter sido ou ser um consumidor consciente.

Já é hora de você ter o seu próprio negócio

Pense assim: eu sei de alguma coisa que pode melhorar esse produto ou serviço? Qual seria o meu diferencial? O que eu poderia oferecer a mais que chamasse atenção? Essas são algumas das perguntas que você deve fazer para iniciar o seu próprio negócio.

Você lembra dos bolos no pote? Pois bem, alguém teve a ideia de criá-los, espalhou a ideia aos quatro cantos e hoje até promove cursos sobre os bolos no pote. De uma única ideia você pode tirar inúmeras possibilidades e lucrar com todas elas.

Para bom observador, meia ideia basta

Você sabe do caso do Uber? Dois amigos foram para o exterior e observaram que não havia um sistema de transporte muito efetivo. Tiveram a ideia e puseram em prática em todo o mundo. E foi aí que o Uber foi uma explosão. Torne-se um empreendedor não só para ter independência financeira, mas para provar para você que também pode criar.

O que é empreender se não criar e recriar coisas? E não é mais fácil de fazer isso sendo um consumidor? Como consumidor você está perto do produto final e pode opinar sobre as nuances. Você pode até identificar uma brecha que ainda não foi suprida.

Histórias contadas

Socorro da mega fábrica Socorro Doces em Recife começou fazendo quites festas em casa. O sucesso foi tanto que hoje ela tem uma fábrica de doces e salgados em Pernambuco.

Em João Pessoa, muitos consumidores paraibanos se juntaram e abriram diversas pizzarias. Hoje não há locais em João Pessoa que você não ache uma.

Muitas mães de tanto fazerem festas infantis para seus filhos decidiram aderir ao empreendedorismo e abriram sua casa de festas.

Essas e outras histórias você pode encontrar facilmente na internet. Mas aqui o que importa é que tornar-se um empreendedor está cada vez mais fácil para aqueles que já completaram o primeiro passo: serem consumidores.

Talento é tudo

Quem nesse mundo tem mais talento para empreender do que aquele que é um ótimo consumidor?

Você tem que quebrar este mito de que consumidor não tem o empreendedorismo na veia e que para ser empreendedor é preciso algo mais.

Para ser empreendedor é preciso simplesmente ser.

Não há fórmula mágica o que há é seu empenho e criatividade para transformar algo que já existe em novo. Pare de tentar achar agulha em um palheiro, pegue as suas experiências como consumidor e aplique na sua ideia.

Alguém já deve ter dito a você que existe um perfil para ser um empreendedor, não é? Na verdade, existem algumas características que facilitam. Mas os 80% da população empreendedora é constituído de pessoas comuns e que descobrem uma fragilidade em um sistema já existente.

Ser um empreendedor é tarefa para quem está disposto e não para mentes mirabolantes que acham que sabem onde querem chegar.

Ser um empreendedor é tarefa para muitos que tiverem coragem e quiserem tentar. Começando de baixo passo a passo você vai encontrar a sua forma de gerar grandes resultados.

Se quiser saber mais sobre como se tornar um empreendedor CLIQUE AQUI.

Existem várias formas de empreendimento, escolha a sua e mãos a obra!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *